[Livro e Filme] Cidades de Papel, será um enredo de papel?

Hoje vim falar pra vocês sobre a minha mais recente leitura: Cidades de Papel, de John Green. Confesso que ao adquirir este livro, fiquei super empolgada para lê-lo, pois já tinha lido “A culpa é das estrelas” e “O teorema Katherine” de mesmo autor e gostei muito, muito mesmo (não, nem tanto) mas gostei.

Sempre considerei John Green um ótimo escritor (por ter lido dois livros dele) e acho sua escrita bastante clara e bem elaborada que te prende a leitura. O cara tem a manha, e eu estaria mentindo se dissesse que ele não tem.

Bom, a história é contada pela perspectiva de um adolescente chamado Quentin, que está em seu último ano do colegial e é apaixonado por sua melhor amiga e vizinha da infância, Margo Roth Spiegelman, que adorava um mistério, mas que ele já havia perdido contato. Entretanto, uma noite ela aparece em sua janela e lhe proporciona uma noite incrível cheia de aventuras, se vingando de uns falsos amigos que ela tinha. No outro dia ela simplesmente desaparece. E assim, Quentin (Q) e mais dois amigos partem em uma jornada para decifrar as pistas que Margo deixa para ele e sonha em poder reencontrá-la.

O filme é um resumo bem “basicão” do livro, cortaram muitas coisas (claro) mas consegui ver frases idênticas as do livro ditas pelos personagens.

Quentin foi interpretado por Nat Wolff e Margo por Cara Delevingne, veja o trailer:

Quando terminei de ler o livro, vi o filme quase que imediatamente, e ainda me pergunto: Por que cargas d’água esse livro foi adaptado para o cinema? Me desculpe fãs de Cidades de Papel, mas eu detestei a história.

Imagino eu que se não fosse pelo tamanho sucesso de “A Culpa é das Estrelas” esse livro NUNCA seria adaptado para o cinema, e confesso que agora tenho medo de ler os outros livros de John Green e me decepcionar ainda mais.

O trailer acima conta a história toda, tirando o que acontece no final (se ele encontra ou não, Margo) então você pode imaginar o quanto o enredo é vazio. Se eu tivesse lido e visto este filme aos 14 anos, talvez eu poderia ter gostado e achado interessante. Mas não, não consigo engolir.

John Green consegue sempre colocar umas frases bonitinhas, que dá para usar em legendas de fotos e destacar em posts, como:

Nunca consegui deixar de pensar que ela talvez gostasse tanto de mistérios que acabou por se tornar um.”

e

“Amar é destruir, e que ser amado é ser destruído.”

e

“Espero que essa seja a provação do herói, porque não ir atrás dela é a coisa mais difícil que já tive que fazer.”

e ainda,

“Você nunca o vê desejando outra coisa no romance inteiro, não é? … é um tolo por perseguir sua obsessão. Mas também podemos dizer que existe algo de tragicamente heroico em lutar uma batalha na qual se está fadado a perder. A esperança de Ahab é um tipo de loucura ou é a exata definição de humanidade?”

Sendo essa a que mais concordei e identifiquei, pelo tamanho incômodo que estava me corroendo pela obsessão que ele tinha por encontrar Margo.

O livro/filme tem como foco o amadurecimento de Quentin e o que Margo lhe proporciona ao fazê-lo no meio dessa jornada, enfrentar seus medos e se auto desafiar. Porque este nome? Como dito no livro e filme, as cidades de papel são cidades falsas e vazias que apesar de estarem no mapa, não existem. Foram criadas por empresas de cartografia para ver se outras empresas estavam fazendo plágio. Margo usa isso para se auto descrever:

 

Há quem fale bem e há quem fale mal. Eu particularmente esperava mais desse autor. Não vou falar aqui sobre técnicas de adaptação, até porque não achei ela ruim. A história que é ruim. E não paro de pensar: Será este um enredo de papel? Vazio de conteúdo e decepcionante? Fica a dúvida se realmente perdi horas da minha vida lendo isso e vendo este filme.

E você, já leu o livro ou viu o filme? Deixe aqui sua opinião a respeito!

Um beijo e até a próxima 🙂

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sobre Filmes, Sobre Livros e marcado , , , . Guardar link permanente.

18 respostas para [Livro e Filme] Cidades de Papel, será um enredo de papel?

  1. Ana Carolina disse:

    Concordo! Nn Quero dizer q oo livro seja melhor q oo filme, no filme acontece coisas q acontecem no livro mais oo livroo fala melhor a historia, euh estou lendo o livro , e Gosto do filme mais Fiquei mt triste euh esperava Mais do Filme….

    Curtir

  2. Jamile disse:

    Tenho que concordar. Mesmo sendo um livro que li, e que gostei – confesso -, se pararmos para analisar, a história é fraca. Mas essa acabou sendo a jogada do John Green… A escrita dele é gostosa, e faz você continuar lendo, pois é leve, e de fácil assimilação. Além disso, a ideia de uma aventura em busca do seu amor desaparecido é um chamariz pra quem está lendo.
    Num contexto geral, valeu a pena a leitura, pois é um livro divertido, que passa bem o tempo. Não que seja tudo isso, ou que valha a adaptação. É um livro superestimado.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Amo esse livro, ainda não vi o filme

    Curtido por 1 pessoa

  4. Kary Gonçalves disse:

    Eu li o livro e até gostei, mas não tive interesse pelo filme

    Curtido por 1 pessoa

  5. Eu não gostei do livro na verdade não consegui nem mesmo terminar de ler, então não tive curiosidade sobre o filme!

    Curtido por 1 pessoa

  6. Rafa disse:

    Preciso ver o filme, ou ler o livro. Mas minha prima amou o livro

    Curtido por 1 pessoa

  7. Geralmente as adaptações de livro para o cinema decepcionam, deixam de contar histórias. Bom saber que não é tão bom, assim opto por outro filme também.

    Curtido por 1 pessoa

    • CanetaNerd disse:

      Tem adaptações muito ruins mesmo, mas nesse caso a história que é ruim kkk mas assista, vai que você gosta? Já li muitas resenhas que falam super bem de “Cidades de Papel”. Beijoos

      Curtir

  8. Joana D'arc disse:

    Oi!
    Eu não li o livro e nem vi o filme. Minha irmã diz que o livro é melhor que o livro. Então, tenho que ler o livro. Adorei a resenha!!!
    Bjo

    Curtir

  9. Amanda disse:

    Um título bem atrativo pra um enredo sem muito conteúdo!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s